14/11/2023 às 19h28min - Atualizada em 14/11/2023 às 19h28min

Pior cobertura de saúde em AL: “O prefeito pode dizer o que quiser, mas são números do Ministério”

Por Blog do Edivaldo Júnior
Deputado Lelo Maia - Foto: Reprodução
Maceió tem pior cobertura de Saúde de Alagoas e entre as capitais do Brasil. Os dados são do Ministério da Saúde. Apesar disso os dados oficiais foram contestados em diferentes momentos pela prefeitura da capital.

A prefeitura do município tem usado como referência dados da Plataforma Previne Brasil, usada pelo MS para pagamento de produtividade de equipes de saúde, para contrapor a informação de que o município tem a pior cobertura em APS (veja tabelas abaixo).

O deputado estadual Lelo Maia (União) tem acompanhado os números da saúde em Alagoas e, especialmente, em Maceió. Ele alerta que a falta de atenção básica na cidade tem prejudicado todo o Estado.

Para o deputado, a falta de saúde básica em Maceió é a causa de problemas como o crescimento dos casos de amputação de membros inferiores (pés e pernas) decorrentes de diabetes em Alagoas

“A nossa capital tem cobertura de saúde básica menor que 34%. Então o diabético, se ele não se cuida, se não tem acesso a um clínico, nutricionista, se não tem acesso aos remédios, isso acaba que o paciente que é da baixa complexidade vai para a alta complexidade”, aponta.

Lelo diz em decorrência da ausência de atenção primária, “a pessoa acaba se tornando incapaz, tendo o membro amputado porque não tem saúde básica. A saúde é importante porque ela previne todas as outras e a nossa capital, tem sido muito ausente nisso e isso gera consequência na vida das pessoas”, aponta.

Sobre o fato de que a prefeitura de Maceió tem negado ter a pior cobertura em atenção primária, o deputado diz que os dados são oficiais, do Ministério da Saúde. “O prefeito pode dizer o que ele quer, mas essa não é a realidade das pessoas. Esse dado não é a realidade, a realidade é a do Ministério da saúde que é em torno de 34% de cobertura de saúde básica, basta você ir nos bairros procurar saber” , aponta Maia.

A versão de Maceió

A prefeitura de Maceió espalhou notícia de que tem a melhor atenção primária do Nordeste. Na verdade a informação se refere apenas a indicadores do Previne Brasil. A atenção primária na cidade segue sendo a pior de Alagoas e a pior entre capitais brasileiras.

Veja a versão da prefeitura: Maceió se consolida como melhor Atenção Primária do Nordeste e segunda de todo o Brasil

Faça sua pesquisa: Acesse o site do Ministério da Saúde e pesquisa aqui

Veja o que diz Lelo Maia:






Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://vitalnews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp