30/04/2023 às 16h27min - Atualizada em 30/04/2023 às 16h27min

Criminosos usam sites fake do Governo de Alagoas para desviar pagamento do IPVA

Secretaria da Fazenda orienta os contribuintes alagoanos a não caírem no golpe e como proceder para pagar o imposto de forma segura

Agência Alagoas
Criminosos estão usando sites fake do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran-AL) e da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AL) para desviar pagamento do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) de proprietários de veículos no estado. Por meio de um endereço patrocinado – aquele em que o dono da página paga para a plataforma ‘disparar’ a publicação entre os usuários –, os bandidos sugerem o pagamento do imposto com desconto de 20%.

Ao entrar nas página falsas (www.detran-al-com-br.blogspot.com e www.sefazal-gov.site/AL/ipva.php), o contribuinte é direcionado a um QR Code que o leva diretamente para outra página de quitação do débito. Nela, os proprietários de veículos são orientados a fazer o pagamento por meio de Pix em nome da empresa Pagamento Digital Ltda., que não tem nada a ver com o Detran ou a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AL) – os dois únicos órgãos do Estado que estão habilitados para receber o pagamento.

Neste sábado, a titular da Sefaz, Renata dos Santos, informou que a secretaria abriu um Boletim de Ocorrência (BO) na polícia, para denunciar o golpe. Segundo ela, esta não é a primeira vez que criminosos tentam enganar consumidores alagoanos usando o nome da Secretaria da Fazenda. “Já tentaram fazer isso por meio de WhatsApp, ferramenta que a gente não usa”, informou.

Ela orienta aos proprietários de veículos que recorram ao site da Sefaz (http://www.sefaz.al.gov.br/) ou do Detran-AL (https://www.detran.al.gov.br/) para providenciar o pagamento do IPVA. “E o mais importante é saber que o desconto que a Sefaz dá para pagamento do imposto é de 5%. Qualquer desconto acima disso é falso”, ressalta.

Renata dos Santos também sugere que o contribuinte, caso tenha caído no golpe,  faça um BO e relate o caso na ouvidoria da Sefaz, no endereço https://e-ouv.al.gov.br/

Neste sábado (29), o delegado Sidney Tenório, da Delegacia de Crimes Cibernéticos, designado pela Secretaria de Segurança Pública para apurar o caso, informou que já foram feitas diligências para descobrir o local do IP – Endereço de Protocolo da Internet, do inglês Internet Protocol address –, que identifica um dispositivo na internet ou em uma rede local.

Sidney Tenório reforçou o apelo da Sefaz para que os contribuintes tenham certeza de que estejam no site correto, antes de efetuar qualquer pagamento. “A gente ainda não identificou nenhuma vítima do golpe, mas pede que o contribuinte que cair no golpe para registrar um Boletim de Ocorrência”, sugere.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://vitalnews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp