28/04/2023 às 08h22min - Atualizada em 28/04/2023 às 08h22min

Alagoas recebe do Governo Federal primeira parcela dos recursos destinados a zerar fila de cirurgias eletivas

Dos R$ 9,4 milhões que Estado tem a receber, o Ministério da Saúde repassou R$ 3,1 milhões, que darão prosseguimento ao programa Maratona de Exames e Cirurgias, do governo estadual

Agência Alagoas
Secretário Gustavo Pontes de Miranda recebeu a notícia do repasse, durante audiência com o diretor de Regulação Assistencial, Controle e Avaliação do MS, Josafá dos Santos - Foto: Ascom Sesau

Durante audiência no Ministério da Saúde (MS), em Brasília, nesta quinta-feira (27), o secretário de Estado da Saúde, médico Gustavo Pontes de Miranda, recebeu uma ótima notícia para a saúde pública de Alagoas. Conforme o diretor do Departamento de Regulação Assistencial, Controle e Avaliação do MS, Josafá dos Santos, foi repassado ao Estado o montante de R$ 3.155.248,68, referente à primeira parcela dos R$ 9.465.746,06 destinados ao custeio do Programa Nacional de Redução das Filas de Cirurgias Eletivas, lançado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. 

 

Os recursos, segundo o gestor da saúde estadual, serão destinados ao prosseguimento do programa Maratona de Exames e Cirurgias, lançado de forma pioneira pelo Governo de Alagoas em junho do ano passado e que já contemplou 4.665 alagoanos com procedimentos cirúrgicos, além de ter realizado 34.105 exames e 12.823 consultas. Para isso, uma equipe volante da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) realizou 13 edições do programa, sendo 6 em Maceió, 2 em Arapiraca e as demais nos municípios de Santana do Ipanema, Delmiro Gouveia, Porto Calvo, União dos Palmares e Palmeira dos Índios, onde cada um deles foi contemplado com uma etapa.

 

Além do Sertão, o programa Maratona de Exames e Cirurgias já contemplou moradores da capital alagoana, Agreste, Zona da Mata, Litoral Norte e Grande Maceió. Por meio desta iniciativa, a Sesau possibilitou o fim da dor e do sofrimento para milhares de pessoas que aguardavam por um procedimento cirúrgico desde 2020, quando teve início a Pandemia da Covid-19.

 

Para o secretário de Estado da Saúde, médico Gustavo Pontes de Miranda, Alagoas se destacou pelo pioneiro em conceber e realizar o Programa Maratona de Exames e Cirurgias, mas o aporte de recursos do Governo Federal, por meio do MS será fundamental para zerar a fila de espera. Reitero que a decisão do governador Paulo Dantas em realizar o programa foi fundamental e milhares de cirurgias eletivas foram realizadas desde junho do ano passado. Mas graças à nova gestão do Governo Federal, que tem a frente o presidente Lula, temos a oportunidade de ampliarmos este projeto magnífico", pontuou o gestor da saúde estadual.

 

Cirurgias Realizadas

Entre as cirurgias realizadas, estão as ortopédicas, de fimose, lipoma, oftalmológicas, ginecológicas, de hernioplastia incisional, de extirpação de lesão de pele e tecido subcutâneo, além de histerectomia (retirada do útero), colecistectomia (supressão da vesícula), de hérnia umbilical, exérese de pólipo e hidrocele. Já quanto aos exames, além dos laboratoriais, por meio da coleta de amostras de sangue, são disponibilizados raios-x, ultrassom e eletrocardiograma.

 

Entre os mais de 4.600 alagoanos beneficiados está a agricultora Maria dos Prazeres, de 42 anos, que foi submetida a uma cirurgia para extração de um mioma. Após ser submetida a consulta com especialista e realizar exames de diagnóstico, ela fez a cirurgia no Hospital Clodolfo Rodrigues, em Santana do Ipanema. “Depois de muita espera, finalmente consegui me operar. Minha sensação é de alívio”, ressaltou. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://vitalnews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp