18/04/2023 às 20h30min - Atualizada em 18/04/2023 às 20h30min

Temporada de cruzeiros supera expectativa e injeta R$ 45,4 milhões na economia alagoana

O último navio da temporada atracou nesta segunda-feira (17), no Porto de Maceió, trazendo 4,5 mil turistas à capital

Por Agência de Alagoas
Alagoas fecha a temporada com 75 mil turistas visitando o Estado entre os meses de dezembro de 2022 e abril deste ano - Foto: Thiago Sampaio / Ascom Setur

A temporada de cruzeiros 2022/2023 em Alagoas superou as expectativas para o setor este ano. Com a chegada do navio Costa Favolosa, com 4,5 mil pessoas desembarcando no Porto de Maceió nesta segunda-feira (17), Alagoas fecha a temporada com 75 mil turistas visitando o Estado entre os meses de dezembro de 2022 e abril deste ano. Ao todo, foram oito navios diferentes em 21 paradas em terras alagoanas, que impactaram a economia local em cerca de R$ 45,4 milhões, segundo estimativa da Secretaria de Estado do Turismo (Setur). 

 

O dado tem como base o gasto médio diário de turista de cruzeiro que, segundo a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia) é de R$ 605,90, e o número total de visitantes do período. À frente da Setur, a secretária Bárbara Braga explica que os investimentos feitos pelo Governo de Alagoas fizeram a diferença nos resultados da temporada de cruzeiros.


“Esse montante tão expressivo na nossa economia é resultado direto dos investimentos liderados pelo Governo do Estado na promoção e estruturação do Destino, além da articulação com os principais players do mercado, tornando o Estado mais atrativo comercialmente. Nós superamos o número de passageiros esperados por navio, a temporada de cruzeiros foi um grande sucesso, incluindo a volta do embarque e desembarque de passageiros em Maceió, o que agrega muito valor ao nosso destino. Esse trabalho impulsiona a cadeia produtiva do setor, uma das que mais geram emprego, renda e oportunidades para o povo alagoano”, ressalta a gestora.

 

Ronylene Lacerda foi uma das turistas que desembarcou em Alagoas com o Costa Favolosa. Brasiliense, a turista diz que ama visitar o Estado e que, nesta parada, resolveu aproveitar o dia na praia de Pajuçara. “É sempre muito bom estar em Alagoas, pelo artesanato, a hospitalidade e as belezas naturais. Nós somos fregueses frequentes daqui e até minha família reclama que a gente só quer viajar para cá, mas é porque as praias são lindas, o clima é maravilhoso e o artesanato é melhor ainda”, conta.



Para receber este e os outros sete navios que atracaram na capital alagoana, o Governo de Alagoas promoveu ações de recepção, com distribuição de mapas e guias turísticos, e, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (Sedics), também disponibilizou espaços de comercialização para artesãos vinculados ao programa Alagoas Feita à Mão.

 

Ao todo, o valor comercializado pelo artesanato foi de R$ 22 mil, fruto da venda de 467 peças. A cada parada de navio durante esta alta temporada, diferentes produções artesanais foram contempladas, promovendo o revezamento e beneficiando 714 artistas populares.

 

Temporada 2023/2024

 

Para a temporada 2023/2024, a Clia prevê a navegação de outubro a maio, com crescimento de 6% em relação à temporada atual, e trazer um impacto econômico de, aproximadamente, R$ 3,9 bilhões para o Brasil. A próxima temporada nacional também terá 35 navios de longo curso, que farão paradas em 47 destinos de 15 estados, como Amapá, Amazonas, Pará, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://vitalnews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp