14/04/2023 às 06h02min - Atualizada em 14/04/2023 às 06h02min

Lula se encontra com presidente da China, Xi Jinping, nesta sexta

Presidentes devem discutir relações comerciais e temas como a invasão da Ucrânia por tropas russas. China é o país que mais compra produtos brasileiros.

Por G1
Redação
Lula se encontra com Xi Jinping na China (Foto: Reprodução/Globonews)
Resumo
  • Lula está em visita oficial à China e se reúne nesta sexta com o presidente chinês, Xi Jinping
  • O assunto principal do encontro deve ser a relação comercial entre os países e parcerias em áreas estratégicas, como tecnologia.
  • China é o país que mais compra produtos brasileiros
  • Outro tema na pauta deve ser a guerra na Ucrânia e possíveis saídas para resolver o conflito iniciado pela invasão russa
  • Na quinta, Lula participou da posse de Dilma como presidente do banco dos Brics, em Xangai
  • Ao discursar, o presidente defendeu que os países busquem alternativas ao dólar em transações comerciais

vídeos
  Em Pequim, Lula se encontra com líder do Congresso chinês

Últimas atualizações

O presidente Lula se encontrou com o líder chinês Xi Jinping em Pequim, no início da manhã desta sexta-feira (14).
 
Durante uma reunião com o presidente da Assembleia Popular da China, Zhao Leji, Lula disse que a China tem sido uma "parceira preferencial do Brasil" nas relações comerciais e que busca junto ao país asiático equilibrar a geopolítica mundial.

 

"É com a China que a gente mantém o mais importante fluxo de comércio exterior. É com a China que nós tivemos a nossa maior balança comercial, e é junto com a China que nós temos tentado equilibrar a geopolítica mundial, discutindo os temas mais importantes."


Lula durante encontro com o presidente da Assembleia Popular da China, Zhao Leji (Foto: Ricardo Stuckert)

Lula entrega coroa de flores na Praça da Paz Celestial, em Pequim (Foto: TV Brasil)

 O presidente Lula e a primeira-dama, Janja da Silva, participam de uma cerimônia em homenagem aos Heróis do Povo da China. O Brasil ofereceu uma coroa de flores, que foi colocada no monumento localizado na Praça da Paz Celestial.

Lula e Janja entregam coroa de flores em homenagem aos Heróis do Povo da China (Foto: TV Brasil)
 

Ao se encontrar com o presidente da Assembleia Popular Nacional da China, Zhao Leji, Lula afirmou que deseja "elevar o patamar da parceria estratégica entre nossos países, ampliar fluxos de comércio e, junto com a China, equilibrar a geopolítica mundial".


Lula se encontra com Zhao Leji, no Grande Palácio do Povo (Foto: Palácio do Planalto)
 
  • 22h30 (13/4 no Brasil): Audiência com o presidente da State Grid, Zhang Zhigang.
  • 0h: Encontro com o presidente da Assembleia Popular Nacional da China, Zhao Leji.
  • 0h45: Cerimônia de aposição de coroa de flores no Monumento aos Heróis do Povo.
  • 1h30: Encontro com representantes da Federação de Sindicatos de Toda a China.
  • 4h30: Encontro com o primeiro-ministro da China, Li Qiang.
  • 5h30: Cerimônia oficial de chegada.
  • 5h45: Encontro ampliado com o presidente da da China, Xi Jinping.
  • 6h30: Encontro restrito com Xi Jinping.
  • 6h45: Cerimônia de Assinatura de Atos.
  • 7h: Jantar oferecido por Xi Jinping e pela professora Peng Liyuan.
  • 8h40: Declaração à imprensa.

O presidente Lula participa de mais um dia de agenda em Pequim, nesta sexta-feira (14). Por volta da meia-noite, horário de Brasília (11h em Pequim), Lula chegou ao Grande Palácio do Povo, onde se encontra com o presidente da Assembleia Popular Nacional da China, Zhao Leji.

Lula e o presidente da Assembleia Popular da China, Zhao Leji (Foto: Ricardo Stuckert)

Lula também discursou durante a cerimônia de posse de Dilma. O presidente disse que o banco se mostra importante por ser uma instituição de alcance global sem a presença de países desenvolvidos e citou o FMI.
 

"Nenhum governante pode trabalhar com a faca na garganta porque está devendo. [...] Não cabe a um banco ficar asfixiando as economias dos países, como estão fazendo com Argentina, o Fundo Monetário Internacional. E como fizeram com o Brasil e com todos os países do terceiro mundo que precisaram de dinheiro", disse.


Lula participou da posse de Dilma no banco dos Brics (Foto: Ricardo Stuckert/Palácio do Planalto)

Leia mais em: g1.globo.com


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://vitalnews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp