23/03/2023 às 01h03min - Atualizada em 23/03/2023 às 01h03min

Justiça torna réu homem que mordeu rosto de turista paraguaia

A defesa pediu a liberdade provisória do acusado, que foi negada pela Justiça, que o considerou "contumaz no cometimento de crimes"

Gazeta Web
Vítima relata como ocorreu o episódio e agradece alagoano por socorrê-la
A Justiça de Alagoas acatou denúncia do Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE) e tornou réu Paulo Cezar dos Santos da Silva, acusado de morder o rosto de uma turista do Paraguai, durante uma tentativa de assalto na orla de Cruz das Almas, em janeiro deste ano. A decisão é desta quarta-feira (22) e foi efetuada pela 2ª Vara Criminal da Capital.
 

A defesa pediu a liberdade provisória do acusado, que foi negada pela Justiça. O Ministério Público de Alagoas havia defendido a manutenção da prisão preventiva. Com isso, Paulo Cezar continua a responder o processo preso.

O magistrado Antonio Barros da Silva Lima justificou a manutenção, afirmando que o acusado "é contumaz no cometimento de crime", com ao menos quatro processos criminais. Considerou ainda a gravidade com que a tentativa de roubo ocorreu, lesionando gravemente a turista.

A turista do Paraguai foi agredida durante um assalto em Cruz das Almas, em Maceió, no dia 25 de janeiro. Ela afirmou que não resistiu ao assalto e que o suspeito já se aproximou dela a agredindo.

Ela disse ainda que ele a mordeu no rosto, deixando-o com 14 pontos. "Ele mordeu meu rosto me deixando com 14 pontos e traumas para o resto da vida".


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://vitalnews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp