14/03/2023 às 14h43min - Atualizada em 14/03/2023 às 14h43min

Passageiro de navio atracado em Maceió é suspeito de estuprar mulher em alto-mar

Redação
Foto: Reprodução/TV Pajuçara

A Polícia Civil de Alagoas realizou nesta terça-feira (14) uma megaoperação com foco no enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher, em Maceió. Um homem, tripulante de um cruzeiro, acusado de estuprar uma mulher em alto-mar foi preso. 

Dezenove pessoas foram presas, durante a ação policial, e um homem, tripulante de um cruzeiro, acusado de estupro, foi detido e encaminhado à Delegacia de Defesa da Mulher 1, onde foi ouvido e tomadas as providências legais. Acusado e vítima são oriundos de São Paulo.

A mulher, vítima do crime, também é tripulante do navio, e após registrar Boletim de Ocorrência (BO) solicitou medidas protetivas de urgência que foram encaminhadas pela Polícia Civil para a Justiça, a quem cabe decretá-las.

Ela narrou que teria sido dopada antes de ser estuprada, o que caracterizaria estupro de vulnerável.  

A operação teve a participação de 160 policiais civis, a maioria mulheres, dentre agentes de polícia e escrivães.

Foram mobilizadas 50 viaturas, com a presença e acompanhamento de 14 delegadas de polícia, dentre elas as delegadas de defesa da mulher, Ana Luíza Nogueira, Paula Mercês e Kelly Kristine, da Capital, e Maria Fernandes Porto, de Arapiraca.

Foram cumpridos 67 alvos/ações, destacando-se o cumprimento de mandados de prisão, descumprimentos de medidas protetivas de urgência e análises/averiguações de disque-denúncia.

A delegada Ana Luíza Nogueira informou que, entre os crimes praticados pelas pessoas presas, estão tentativas de feminicídio, lesões corporais, estupro de vulneráveis e descumprimento de medidas protetivas.

O secretário de Segurança Pública, Flávio Saraiva, acompanhou a operação e destacou sua importância, até pelo seu formato, com a participação da maioria de mulheres em sua execução. Ele lembrou a atenção que o governador Paulo Dantas tem dado as questões relacionadas à mulher desde que assumiu o cargo.

O delegado-geral Gustavo Xavier disse que a Polícia Civil está trabalhando diuturnamente para o cumprimento de mandados de prisão, e atenta especialmente aqueles onde as vítimas são pessoas vulneráveis, inclusive as mulheres.

“A PC de Alagoas está desenvolvendo diversas ações com o objetivo de efetivar medidas visando à redução da violência contra as mulheres”, acrescentou o delegado-geral.

Ele anunciou que ainda neste mês de março esse tipo de operação será estendido ao interior do Estado. (Ascom)

*com informações do Cada Minuto


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://vitalnews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp