05/01/2023 às 12h39min - Atualizada em 05/01/2023 às 12h39min

Sargento trabalhava como motorista por aplicativo quando foi morto

Militar foi vítima de uma tentativa de assalto e foi atingido por um tiro no peito; nenhum suspeito do crime foi preso até o momento

gazetaweb
Sargento da PM alvo de disparos de arma de fogo no Jacintinho - Foto:Reprodução

Informações apontam que o policial militar Alexandro Barros, de 50 anos, trabalhava como motorista por aplicativo quando foi assassinado em um suposto assalto no Jacintinho, na noite dessa quarta-feira (04). Ele teve o carro levado pelos criminosos e o veículo só foi localizado horas depois, no Sítio Recreio, no bairro do Trapiche da Barra.

Conforme consta no relatório do Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp), divulgado na manhã desta quinta (5), a vítima foi atingida por um tiro no peito, vindo a óbito antes dos primeiros socorros.

O carro do sargento é um Ford Ka e foi levado após a ação criminosa; porém, após trabalhos das forças de segurança do Estado, o veículo foi localizado.

Os suspeitos, por sua vez, fugiram e não foram localizados até o momento. A Polícia Civil (PC) investiga o caso.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://vitalnews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp