02/01/2023 às 04h44min - Atualizada em 02/01/2023 às 04h44min

Posse: PF usa arma especial para derrubar drone que sobrevoava Esplanada

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF) proibiu o uso desse tipo de equipamento durante o evento. Para derrubar o aparelho, o policial federal utilizou um equipamento especial capaz de atrapalhar a conexão entre o drone e o controle remoto

correiobraziliense
crédito: AFP
Um agente da Polícia Federal (PF) precisou utilizar uma arma antidrone para neutralizar um aparelho que invadiu o espaço aéreo da Esplanada durante a cerimônia de posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na tarde deste domingo (1º/1). A informação foi confirmada pela própria corporação.

Como medida de segurança, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF) proibiu o uso desse tipo de equipamento durante o evento. Para derrubar o aparelho, o policial federal fez o uso de um equipamento especial capaz de atrapalhar a conexão entre o drone e o controle remoto.

Ao longo deste domingo, a Polícia Militar (PMDF) atendeu outros quatro chamados. Dois deles foram alarmes falsos para a presença de artefato explosivo. Pouco antes de meio-dia, a operação Petardo foi acionada para verificar uma sacola plástica suspeita, na Estação 108 Sul. A ameaça levou à evacuação do local e à suspensão da passagem de trens. Segundo o Corpo de Bombeiros do DF (CBMDF), por volta das 11h, o piloto de um dos trens avistou duas bolsas próximas a um dos trilhos e contatou as equipes de segurança. O objeto, no entanto, era uma sacola plástica com materiais de construção.

Horas depois, policiais foram chamados novamente para averiguar duas mochilas, uma encontrada nas imediações da Praça dos Três Poderes, e a outra próximo ao Ministério da Aeronáutica. Por precaução, ambos os objetos foram removidos e detonados pelo Bope. Em nenhum dos itens havia artefato explosivo.

O reforço na segurança contou ainda com uma Cidade da Segurança na área do Museu Nacional. A estrutura foi composta por comandos móveis das corporações (PM, PCDF e CBMDF) e pontos de apoio para tropas especializadas. Para a entrada do evento, policiais fizeram uma barreira para fazer revista nos visitantes. Estava proibida a entrada de armas brancas ou objetos pontiagudos, garrafas de vidro e latas, hastes de bandeiras, espetos de churrasquinhos, laser e similares, armas de brinquedo, réplicas ou simulacros, barracas, tendas similares, fogões e similares, fogos de artifício e artefatos explosivos, dispositivos de choque elétrico ou sonoros substâncias inflamáveis e drogas ilícitas. Apenas uma pessoa foi presa durante a revista. O homem estava em posse de uma faca e fogos de artifícios e foi conduzido à delegacia.

Atendimento

Até a noite deste domingo (01/01), o Corpo de Bombeiros contabilizou um total de 160 atendimentos, sendo que cinco pessoas precisaram de encaminhamento a hospitais, mas sem gravidade. Outras 34 foram levadas ao posto do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os atendimentos foram clínicos, como: pressão alta, desidratação, mal estar devido ao calor e outros que não exigiam intervenção médica.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://vitalnews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp