24/05/2024 às 09h49min - Atualizada em 24/05/2024 às 09h49min

PF Cumpre Mandado Contra Acusado de Ocultar Afundamento do Solo

Documentos ligados à Braskem foram apresentados a entidades de fiscalização para esconder processo de subsidência

Redação
Operação da PF na Braskem. - Foto: Divulgação/Polícia Federal
Nesta sexta-feira (24), a Polícia Federal (PF) iniciou a segunda fase da Operação Lágrimas de Sal, que investiga crimes relacionados à exploração de sal-gema em Maceió. Laudos falsificados teriam sido apresentados a entidades fiscalizadoras para "esconder" o processo de afundamento do solo.

Os policiais federais cumprem 1 mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça Federal de Alagoas, na residência de um dos acusados.

De acordo com a PF, a diligência executada hoje é fundamentada em elementos obtidos na primeira fase da operação, que revelaram indícios de que relatórios e laudos topográficos contendo dados total ou parcialmente falsos foram apresentados às entidades fiscalizadoras, com a finalidade de ocultar o processo de subsidência em andamento (afundamento).

Materiais apreendidos pela PF. - ©Assessoria PF

Os suspeitos são investigados pelos crimes de poluição qualificada, usurpação de recursos da União, apresentação de estudos ambientais falsos ou enganosos, inclusive por omissão, entre outros delitos, conforme a participação de cada um nos fatos apurados.

O nome da operação faz referência ao sofrimento imposto à população pelas atividades de exploração de sal-gema, que forçaram os moradores a abandonarem suas residências devido ao risco decorrente da instabilidade do solo nos bairros afetados.


*Informações: Gazeta Web


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://vitalnews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp