16/02/2024 às 16h46min - Atualizada em 16/02/2024 às 16h46min

Vídeo: Obras de Contenção Marítima em Maceió: Anunciadas como ‘Definitivas’, Não Resistem ao Vento e à Maré

Investimentos de R$ 30 Milhões Resultam em Estruturas Danificadas em Menos de um Ano

Redação
Por Agência de Notícias
Reprodução
A prefeitura de Maceió anunciou, no ano passado, o uso de uma nova tecnologia em obras de contenção do mar, com investimentos de R$ 30 milhões. A promessa feita pelo município era de que as estruturas fariam a 'contenção definitiva' do avanço da maré. Apesar disso, pelo menos uma das áreas onde a obra foi realizada, na praia de Jatiúca, foi danificada pela força do mar em menos de 12 meses de sua conclusão.

A obra de contenção do mar, iniciada em março do ano passado em um trecho da orla da praia de Jatiúca pela Prefeitura de Maceió, teve sua estrutura parcialmente destruída pelos ventos fortes e pela maré alta nos últimos dias na capital alagoana.



De acordo com informações do Grupo de Estudos Integrados ao Gerenciamento Costeiro - CNPq (GEIGERCO - UFAL), a promessa da prefeitura de Maceió era de que a estrutura foi montada com tecnologia para uma duração de 200 anos, mas a obra foi danificada em menos de um ano.

Em janeiro de 2023, o prefeito de Maceió, JHC, vistoriou as obras de contenção definitiva do avanço da maré na orla marítima e anunciou que Maceió é a primeira capital do Brasil a utilizar blocos para conter definitivamente o avanço da maré.

“Aqui estamos utilizando uma tecnologia que tem dado certo em muitas obras do nosso país, e estamos usando pela primeira vez. Estamos cuidando de cada detalhe para virar o jogo”, disse o prefeito.


A prefeitura anunciou a instalação de blocos e anéis pré-moldados modulares, tecnologias holandesas. Os blocos servirão como dissipadores de energia da maré e vão proteger ciclovia, passeio e as vias. Os equipamentos serão instalados formando uma escada de contenção, que impede o avanço do mar.

Ao todo, serão 18 mil peças de concreto pré-moldado, que estão sendo transportadas para a orla de Maceió. Na orla da Jatiúca, por exemplo, dois trechos receberão as obras. Os outros pontos estão localizados na Praia do Sobral, Praia de Jacarecica e Praia da Sereia, que receberão os serviços posteriormente. O investimento da obra é de R$ 30 milhões, com recursos próprios do Município.



Em março de 2023, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) iniciou a instalação de pranchas metálicas de contenção nos trabalhos de fundação na localidade, "como parte do processo de contenção definitiva do mar naquele trecho da orla".

Apesar de a prefeitura ter anunciado uma solução 'definitiva', um dos trechos que teve os serviços de contenção do mar na Jatiúca já concluídos foi completamente danificado pela força da maré. A área de passagem dos pedestres e a ciclovia do local estão danificadas e prejudicam quem passa pela região.



Um comerciante do local disse que fica complicado para as pessoas passarem por lá e destaca que a obra não teve um bom resultado.

“No mês passado já derrubou um pouco, mas nesses dias a maré veio para derrubar o resto. Foi uma obra malfeita”, disse o comerciante que trabalha há 7 anos no local.




Confira o vídeo abaixo: 
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://vitalnews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp